Q-27316

Navegação:
Q-27316
ID: Q-27316 Assunto:

Texto 1

A revista Scientific American Brasil publicou, em seu n. 18, o seguinte texto:

Analgésico espinhoso. Embora a medicina tenha avançado o suficiente para tratar de dores de cabeça comuns, lesões musculares e procedimentos desagradáveis como obturação dentária, a dor inflamatória, da osteoartrite, de câncer ósseo e de lesões nas costas, provou ser um alvo muito mais elusivo. Os medicamentos atuais, entre eles a morfina e outros opiáceos, afetam todo o organismo e provocam efeitos colaterais perigosos. Remédios mais localizados, como injeções de esteroides, perdem efeito com o tempo. Recentemente, pesquisadores começaram a trabalhar com uma toxina encontrada em uma planta marroquina parecida com um cacto, que talvez possa proporcionar alívio permanente de dores locais com uma única injeção.(Arlene Weintraub)

“Remédios mais localizados, como injeções de esteroides, perdem efeito com o tempo.”

O valor semântico do termo sublinhado se repete no seguinte pensamento: